Prefeitura de Varginha

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Empreendedores culturais recebem certificado de enquadramento da Lei de Incentivo à Cultura

E-mail Imprimir PDF

brasao pmv

 

Em cerimônia conduzida pelo diretor-superintendente da Fundação Cultural de Varginha, Lindon Lopes, e pelo presidente do Conselho Municipal de Incentivo à Cultura, Sérgio Hitoshi Yano, os empreendedores culturais receberam o certificado de enquadramento da Lei Municipal de Incentivo à Cultura na noite desta terça-feira (07/01) no Museu Municipal. Participaram ainda os conselheiros Bianca Gomes da Costa, Eliana Cristina Costa, Rubens de Ananias Soares, Lauro Cézar Santiago Sarto e Vanderson Lopes.

 

O certificado habilita os projetos aprovados a captarem recursos com as empresas da cidade para a execução das atividades neste ano. As pessoas físicas e jurídicas fornecendo este apoio destinam parte dos impostos que seriam pagos à Prefeitura para financiar as atividades artísticas e culturais aprovadas pela Lei de Incentivo.

 

O superintendente Lindon Lopes fez um balanço das ações desenvolvidas pela Fundação e reforçou a importância dos projetos aprovados em prol da cultura varginhense. Ressaltou ainda o incentivo da administração municipal nas atividades. “Temos todo o apoio do prefeito Antônio Silva e do vice-prefeito Vérdi Lúcio Melo nas nossas ações da Fundação Cultural. Eles não medem esforços para promover a cultura em nosso município”, relatou Lindon.

 

A Fundação Cultural tem uma expectativa muito boa em relação a estes projetos. Os que foram selecionados tem uma excelente qualidade e temos a convicção que ele possibilitarão o acesso da população a diversas atividades durante o ano”, destaca Sérgio Yano.

 

Já na 3ª edição, o October Festival será viabilizado pela primeira vez pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Para André Yuki, organizador do evento, “além de incentivar e valorizar a cultura, a lei é uma facilitadora de captação de recursos financeiros. Os eventos culturais atraem um grande público, movimentam o setor de turismo, de comércio, a rede hoteleira, a de alimentação. Todos saem ganhando e eles ajudam divulgar a cidade de varginha como polo cultural e gastronômico”.

 

A Associação Cultural Casa da Capoeira será uma das entidades beneficiadas novamente pela lei. Ela desenvolve uma série de atividades para públicos de todas as idades e de vários bairros do município incentivando a arte da Capoeira e a cultura afro. O professor Osvaldo Henrique Mendonça Teófilo (Pé de Vento), coordenador da associação, destacou que com esta iniciativa “Varginha está um passo a frente na cultura em comparação a vários municípios não só do estado de Minas, mas de todo o Brasil. Ficamos lisonjeados em poder participar mais um ano”.

 

Confira quais foram os projetos aprovados para execução em 2020:

 

1. Adão Marcos Misael: ETeatro – Campanha de Popularização do Teatro e da Dança

2. André Yuki Yoshikai: October Festival – 3ª edição

3. Associação Artística Janet Finatti: Manutenção das Atividades Culturais 2020

4. Associação Cultural Casa de Capoeira: Casa da Capoeira – edição 2020

5. Associação Cultural Nikkey de Varginha: Festival do Japão Sul de Minas – 2ª edição

6. Associação Oficina do Ser: Recreio Oficina

7. Camila Mendes: AMOSTRA – Mostra experimental de Cenas Curtas

8. Daniela Borges Tavares: Ginástica Artística e Acrobática – 15ª edição

9. Edgard Correa de Brito Neto: Tuatha de Danann

10. Fátima Custódio Agnelo da Costa: O Encantado Mundo dos Livros – Circulação

11. Marina Coutinho Azze: OFFCine 20

12. Mayra Jacomelli: Movimento Despert’Arte

13. Nídia Carneiro Batista: Ballet para Todos

14. Renato Sarto: Minas Dance Festival – 11ª edição

15. Rodrigo Izzo Caetano: Banda do João

 

aprov pro cult