Prefeitura de Varginha

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Solenidade marca os 30 anos do Hospital Bom Pastor

E-mail Imprimir PDF

Brasao

 

Uma cerimônia na tarde do dia 3, marcou as comemorações dos 30 anos do Hospital Bom Pastor. Participaram convidados, funcionários e autoridades. O diretor-técnico, médico Ítalo Venturelli abriu os discursos afirmando que “durante esses anos todos os funcionários foram impregnados pela humanização e o paciente oncológico requer uma atenção diferenciada e os familiares também, pois ficam totalmente sensibilizados. Assim, os funcionários fazem um tratamento também psicológico com as pessoas que passam pela Oncologia e isso significa que nem tudo se faz com tecnologia, se faz com carinho e atenção”.

 

O prefeito de Varginha, Antônio Silva, declarou que sente-se gratificado de ter feito parte dessa história desde o começo. “Em 1989 assumi a Prefeitura de Varginha, o hospital já estava com o pessoal contratado, levamos alguns meses para conseguir o credenciamento junto ao Ministério da Saúde. Construímos toda uma sessão e terminei o mandato em 1992 com mais de 70% das obras realizadas e pagas. Dobramos o tamanho do hospital, construímos o Centro de Oncologia e hoje estamos vendo essa obra revitalizada dando mais dignidade às pessoas. Ficamos muito felizes em comemorar esses 30 anos de atividade do Hospital Bom Pastor e desde então o Hospital vem prestando relevantes serviços não só para Varginha, mas para a região e até para o Estado”. O prefeito ressaltou que “esse é um hospital onde se tem amor”. Ele ainda homenageou o presidente da Fundação Hospitalar do Município de Varginha - FHOMUV, Luiz Fernando Alfredo que não pode comparecer, mas que tanto contribui com as atividades.

 

 

Participaram da solenidade o vice-prefeito Vérdi Melo, os secretários municipais de Governo, Carlos Honório Ottoni Júnior, de Saúde, Mário Carvalho Terra, o Procurador Geral do Município, Dr. Evandro Marcel de Souza, o presidente da Câmara, Vereador Leonardo Ciacci, juntamente com os vereadores Dudu Ottoni e Zilda Maria Silva; o Diretor Técnico da FHOMUV, Dr. Ítalo Denelle Venturelli, representando o Presidente da FHOMUV, Sr. Luiz Fernando Alfredo; a Diretora Geral da FHOMUV, Regina Paula Ferreira Pinto Siqueira e a chefe da Divisão Administrativa da FHOMUV, Maria Aparecida Tana Gonçalves; além de servidores do Hospital e convidados.

 

Homenagens

 

Durante a solenidade foi homenageado o servidor com maior tempo de serviço na FHOMUV, Carlos Roberto da Silva, com 29 anos de casa, admitido em 10 de julho de 1989, lotado na Seção de Radiologia, na função de Técnico de Radiologia e Radioterapia.

 

O Hospital Bom Pastor

 

Trata-se de uma Instituição com certificação de Utilidade Pública Municipal, sem fins lucrativos, credenciada pelo Ministério da Saúde para prestar assistência médico-hospitalar, destacando-se como referência Oncológica para 192 cidades.

 

Instituiu-se como Fundação Hospitalar do Município de Varginha – Hospital Bom Pastor através da Lei Municipal nº1736 de 09 de Setembro 1988, porém, iniciou suas atividades de assistência médica e hospitalar para Varginha e região em 06 de julho de 1989.

 

Visando a melhoria da qualidade do atendimento hospitalar, possui parceria com instituições de Ensino, ofertando vagas de estágios curriculares, além de participar do Pró-Hosp, programa do governo de Minas Gerais, destinado a instituições hospitalares que realizam procedimentos classificados nos níveis de média e alta complexidade.

 

O acesso dos clientes à Instituição é realizado através do SUS Fácil, encaminhados pelas Policlínicas, Programa de Atendimento Domiciliar e Internação – PADI, Hemodiálise, Consultórios Particulares e cidades as quais é referência.

 

É um hospital de atendimento geral, possui 55 especialidades e outros serviços. Tem 102 leitos, que prestam assistência em UTI – Unidade de Tratamento Intensivo, Internações Clínicas/Gerais e Cirúrgicas Oncológicas e Observação no Pronto Atendimento.

 

Realiza anualmente mais de 25.000 procedimentos sendo 18.191 Quimioterapia, 2.664 Radioterapia, 5.128 internações, entre outros.

 

O Hospital conta com aproximadamente de 540 colaboradores, entre médicos e profissionais de várias especialidades, selecionados através de concurso público e processos seletivos simplificados para atendimento de demandas temporárias.

 

Filosofia da Instituição

Missão

 

Atuar com excelência na assistência à saúde, promovendo o cuidado hospitalar com humanização, segurança e tecnologia.

 

Visão

Ser reconhecida como referência macro regional no atendimento de alta complexidade, com ênfase em Oncologia, nas modalidades assistenciais, ambulatorial e hospitalar.

 

Princípios e Valores

Qualidade no atendimento;

Humanização;

Aprimoramento técnico-científico;

Investimento em recursos humanos;

Responsabilidade social.

 

Negócio

 

Assistência com qualidade em Oncologia.

 

Histórico

 

A cidade de Varginha dispõe de um Complexo Hospitalar habilitado como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia – UNACON instituído na Fundação Hospitalar de Varginha – Hospital Bom Pastor.

 

O prédio começou a ser erguido em 1970 pelos proprietários Dr. Mário Guido e Dr. Edson Fonseca para ser um hospital particular. Foi inaugurado no dia 31 de outubro de 1975, recebendo o nome de Hospital Rio Verde, passando a funcionar até 1980, quando foi desativado por falta de recursos e assim permaneceu até o ano de 1988.

 

Através da Lei nº 1.694 de 17/03/1988, a Prefeitura Municipal de Varginha adquiriu, por meio de leilão, do Banco do Brasil, o prédio de 3.287,80 m² e o terreno de 9.678,20 m². Meses depois, através da Lei Municipal nº 1.736 de 09/09/1988, instituiu-se a Fundação Hospitalar do Município de Varginha – FHOMUV, passando a funcionar como Hospital Público.

 

Em 04 de outubro de 1988, recebeu o nome fantasia de Hospital Bom Pastor, por estar localizado no Bairro Bom Pastor. No dia 06 de julho de 1989, após concretizadas as reformas, contratações, credenciamento para liberação das Autorizações para Internações Hospitalares (AIHs), além das negociações com a Câmara dos Vereadores para se conseguir um melhor orçamento, começou a funcionar o Hospital Bom Pastor.

 

Na época, oferecia 40 leitos e todos os atendimentos eram feitos pelo Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social – INAMPS. Sua estrutura era Apartamentos, Unidade de Terapia Intensiva – UTI, Bloco Cirúrgico, Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Tratamento – SADT, Serviço de Radiologia e Laboratório de Análises Clínicas.

 

O corpo clínico era formado por cirurgiões, reumatologistas, anestesiologistas, pediatras, ginecologistas, pediatras, cardiologistas, obstetras, oftalmologistas, urologistas, anatomopatologistas, ortopedistas, gastroenterologistas, dermatologistas, endocrinologistas, hematologistas, neurologistas, patologistas, otorrinolaringologistas, mastologistas, sendo todos os médicos da cidade de Varginha.

 

Em 1995, através da Lei nº 2.649 de 26/09/1995, a FHOMUV passou a ter personalidade jurídica de direito público municipal. Neste mesmo ano, atendendo à demanda da região, houve a ampliação dos atendimentos através da inauguração da Unidade de Oncologia Dr. Alfredo Peixoto Cavalcante.

 

No ano de 2008, foram implantados 10 leitos na Unidade de Terapia Intensiva – UTI, tipo II, adulto, custeados com recursos do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais – Pró-Hosp, com objetivo de responder às demandas por leitos de Terapia Intensiva da região.

 

Novas obras foram inauguradas no ano de 2009, entre elas a reforma nos ambulatórios de atendimentos da Unidade de Oncologia, sala para atendimento bucomaxilo, ampliação e reforma dos quartos para internação de pacientes pediátricos para tratamento oncológico, da brinquedoteca e do aparelho Acelerador Linear, uma inovação no tratamento de Radioterapia.

 

Para a instalação do aparelho Acelerador Linear foi necessário construir um bunker nos fundos da Oncologia, com paredes de concreto medido 1,5 metro de espessura, totalizando um investimento de R$ 3.082.919,68, do Governo Estadual, por meio do Pró-Hosp. Neste mesmo ano, a utilização deste novo equipamento resultou em um aumento de 30% no número de atendimentos diários, passando de 90 para 120 pacientes.

 

Hoje, através dos recursos do Pró-Hosp, investimentos da Prefeitura Municipal de Varginha e de Parceiros, as edificações que totalizam 9.832,54m² de área construída passam por reformas planejadas, atendendo às propostas do Plano Diretor e determinações da Vigilância Sanitária.

 

 

Administração da Fhomuv

 

A FHOMUV conta com uma Diretoria Geral, Clínica, Técnica, Divisão Administrativa e Financeira e com Conselho Curador.

 

Diretoria:

Diretora Geral: Regina Paula Ferreira Pinto Siqueira

Diretor Técnico: Ítalo Denelle Venturelli

Diretor Clínico: Rui Barbosa Rodrigues Cândido

 

Conselho Curador

Presidente: Luiz Fernando Alfredo

Representante da Prefeitura de Varginha:Luiz Fernando Alfredo

Representante da Secretaria Municipal de Saúde: Mário de Carvalho Terra

Representante da Câmara Municipal de Varginha: Célia Solange dos Santos

Representante do Conselho Municipal de Saúde: Genner Azarias Mendes

Representante da Plenária dos Conselhos Comunitários: José Vanderlei de Fátima Martins

 

hbp30anosaaa

 

hbp30anosa

 

hbp30anosaa

 

hbp30anos