Prefeitura de Varginha

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

UPA de Varginha completa 5 anos com números expressivos

E-mail Imprimir PDF

brasao pmv

 

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Varginha completou cinco anos de funcionamento com números expressivos. Nesse período foram cerca de 700 mil pessoas atendidas o que corresponde a 135.416/ano e 11.285/mês. “A UPA começou a funcionar em junho de 2012, quando foram registrados 64 mil atendimentos; no ano seguinte chegamos a 129 atendimentos; em 2014, 127 mil; em 2015 137 mil e no ano passado 145 mil pessoas atendidas”, enumera a chefe da Divisão de Urgências e Emergências, Rosana de Paiva Silva Morais.

 

A UPA adota o Protocolo de Manchester que é uma metodologia científica que confere classificação de risco para os pacientes que buscam atendimento em uma unidade de pronto atendimento, ou seja, casos urgentes são priorizados. Para isso são usadas cores que determinam um tempo máximo para o atendimento ao paciente, de forma a não comprometer a sua saúde (VERMELHO – Emergência; LARANJA - Muito urgente; AMARELO – Urgente, VERDE - Pouco urgente e AZUL - Não urgente). O processo de triagem se dá com a abertura de ficha no setor. Após, o paciente é direcionado para a sala de triagem. O enfermeiro triador identifica a queixa principal e através dela associa um fluxograma de Manchester a ser aplicado. Baseado nas respostas do paciente ele identificará a cor.

 

Vermelho

Para o Vermelho o tempo de atendimento é imediato para pacientes onde existe risco de morte, como por exemplo, parada cardiorrespiratória, insuficiência respiratória grave, convulsão, estado de coma, choque (alterações circulatórias), ausência de pulso, entre outros.

 

Laranja

Para o Laranja o tempo máximo de atendimento é de 10 minutos para o caso em que o paciente necessite de atendimento rápido, como por exemplo infarto, grandes queimaduras, crise asmática grave, hemorragia incontrolável, entre outros.

 

Amarelo

Para o Amarelo o tempo máximo de atendimento e de 60 minutos, para os pacientes que necessitem de avaliação no Pronto Atendimento, mas não é considerado emergência, podendo aguardar os atendimentos nos casos mais graves, como por exemplo pequenas hemorragias e traumatismos, desidratação, entre outros.

 

Verde

Já para o Verde o tempo máximo de atendimento e de 120 minutos para caso menos grave, que exige atendimento médico, mas pode ser assistido no consultório médico ambulatorialmente, como por exemplo febre, vômitos, dor leve, entre outros.

 

Azul

Finalizando, para o azul o tempo máximo de atendimento é de 240 minutos para caso de menor complexidade e sem problemas recentes. Preferencialmente deve ser acompanhado no consultório médico ambulatorialmente, como por exemplo controle da hipertensão, controle do diabetes, avaliação de feridas crônicas, troca de curativo,

 

A UPA de Varginha também realiza o projeto de educação continuada o que permite aos funcionários participarem de cursos para se manterem atualizados. “Além dos cursos ministrados dentro da própria UPA temos funcionários que também fazem cursos em unidades de saúde renomadas como o Hospital Albert Einstein, em São Paulo”, enfatiza Rosana.

 

A UPA de Varginha é referência, ou seja, as Secretarias Regional e Estadual da Saúde e o Ministério da Saúde, indicam como modelo para outras unidades que buscam modelos de gestão. Assim, equipes de diversas localidades já estiveram no local fazendo visitas técnicas para conhecerem de perto o funcionamento da unidade varginhense que atualmente, possui 198 servidores.

Para comemorar os 5 anos de existência, a Direção da UPA  realizou  eventos com palestras sobre relações interpessoais. 

 

UPA1